Escolha uma Página

Atualmente, o tipo de arquivo de imagem mais comum é tanto JPG quanto o PNG. De primeira impressão, o JPG pode parecer exatamente como uma imagem salva no formato PNG. Ser apto a a escolher entre JPG e PNG quando for salvar um arquivo também faz parecer que os dois são intercambiáveis, o mesmo para as letras usadas na extensão.

Tipos de arquivo

Tipos de arquivo

 

De acordo com W3Techs, JPG e PNG são ambos usadas mais que outro tipo de arquivo, com o PNG sendo um pouco mais frequente.

Tipos de arquivo

Tipos de arquivo

 

Existem diferenças distintas entre arquivos JPG e PNG que você precisa saber quando estiver escolhendo qual tipo de arquivo usar online. O tipo de arquivo pode afetar onde ele está na sua página, a qualidade que é vista e se isso deixa ou não o carregamento mais lento. Se você quer incluir uma animação em seu site ou no feed de suas mídias sociais, você também vai querer saber um pouco sobre arquivos GIF e como eles se diferem de JPG e PNG.

Confira nosso artigo sobre o assunto:

Compressão sem perdas e com perdas

O propósito de comprimir uma imagem é salvar espaço – imagens menores são mais fáceis de transferir e armazenar. Imagens grandes tomam muito espaço digital e podem deixar o carregamento da página mais lento. Em geral, alguns dados são removidos de uma imagem quando ela é comprimida.

Tem dois tipos de compressão: com perdas e sem perdas. Para entender essas diferenças entre JPG e PNG, você precisa ter uma introdução a esses dois tipos de compressão.

Compressão sem perdas

Imagens contém informação redundante. Uma compressão sem perdas remove os dados redundantes, mas também diz para o computador o quanto dos dados era redundantes e como reconstruir a imagem. O tamanho do arquivo é reduzido para salvar espaço, mas o arquivo inteiro pode ser reconstruído do que foi comprimido. Eu amo esse exemplo do Make Use Of. É uma representação simplista de como a compactação sem perdas remove informações sem realmente alterar a estrutura:

Tipos de arquivo

Tipos de arquivo

 

Compressão com perdas

Arquivos MP3 são um ótimo exemplo de compressão com perdas. Eles não contém todo o áudio que está na gravação original; sons que humanos não conseguem ou quase não conseguem ouvir são removidos. Isso é parecido com o jeito que a compressão com perdas funciona. Quando uma imagem é comprimida, informações são removidas para sempre, e não temporariamente. Isso significa que você não consegue restaurar dados perdidos. Toda vez que uma imagem é editada e re-salvada, perde um pouco de dados, o que resulta numa redução da qualidade da imagem.

Tipo de arquivo: JPG

JPG (ou JPEG) é a abreviação para “Joint Photographic Experts Group”. A extensão do arquivo pode ser .jpg ou ,jpeg. Essas extensões são iguais e os arquivos vão funcionar igualmente. As primeiras versões do Windows só conseguiam processar arquivos com 3 letras. Logo, JPEG foi encurtado para JPG. Portanto quando você vê uma foto num site ou numa mídia social, é bem provável que você esteja vendo um JPG.

Aqui estão as qualidades e benefícios dos JPGs:

  • Usado para fotos invés de gráficos
  • Melhor escolha para screenshots de jogos, filmes e conteúdo similar.
  • Imagem salva num fundo preto ou branco (e não transparente).
  • Tamanho dos arquivos JPG são menores que PNGs.
  • Carregamento rápido das páginas e melhor experiência para o usuário.
  • Compressão com perdas, mas a taxa de compressão pode ser ajustada – você pode escolher o quanto a imagem será comprimida.
  • Editar e re-salvar vai deixar a qualidade pior, embora você possa não notar dependendo do número de salvamentos e onde a imagem é exibida.

O algoritmo JPG acha pixels que tem a mesma cor e valor e os bloqueia em blocos. Enquanto o JPG suporta milhões de cores, a imagem final vai ter menos cores que a original (como nas gravações de áudio). Isso é como as imagens pequenas são criadas, mas isso também resulta numa perda de dados que você não consegue restaurar. Entretanto, JPG explica como as pessoas visualizam o brilho, por isso, ele pode manter o brilho mesmo ao eliminar informações de cores, o que produz uma imagem de alta qualidade.

Tipo de arquivo: PNG

PNG é a abreviação de Portable Network Graphic. A extensão desse tipo de arquivo é .png. Quando você vê um logo de uma marca num site, você provavelmente está vendo um PNG.

Vamos listar as qualidades e benefícios dos PNGs:

  • Comumente usado para ilustrações e outros tipos de gráficos.
  • Melhor escolha para ilustrações, diagramas detalhados e screenshots de aplicativos
  • Imagem salva num fundo transparente – assim você a coloca em seu site sem atrapalhar ou cobrir nenhum outro elemento visual.
  • Suporte para uma variedade de cores e tons de cinza.
  • Você pode mudar as cores dos arquivos PNG, caso você queira por exemplo atualizar seu logo.
  • Quanto menos cores usadas, menor o arquivo.
  • Compressão sem perdas

Salvando uma foto como PNG.

Enquanto você vai salvar fotos como arquivos JPG a maior parte do tempo, tem alguns casos que você vai querer salva-los como PNG.

  • Você precisa de uma imagem com o máximo de qualidade possível – PNG retém mais detalhes que JPG
  • Você vai editar e salvar a foto várias vezes. Assim que terminar a edição, você pode salvar a foto como JPG para limitar o tamanho
  • A foto já tem texto nela – JPG vai reduzir notavelmente a qualidade do texto.
  • Você precisa de uma foto com fundo transparente – por exemplo, talvez você está usando a foto como seu logo.

Tipo de arquivo: GIF

Gif quer dizer Graphics Interchange Format. A extensão é .gif. Quando você vê um pequeno vídeo animado que é um loop, você provavelmente está vendo um GIF.

Aqui estão alguns dos benefícios dos GIFs

  • É o único tipo de arquivo desses três que suporta animação
  • É a melhor escolha para gráficos simples
  • Tem variedade de cores limitadas
  • São menores que JPGs por causa das cores limitadas
  • Compressão sem perdas

Plugins de WordPress para compressão

Para comprimir uma imagem num site WordPress, você pode usar um software, um plugin ou uma ferramenta de browser. Algumas pessoas não usam um plugin porque elas não querem uma sobrecarga extra em seus servidores ou se preocupam com problemas de compatibilidade. Ou ainda não querem passar pela etapa extra de criar backups. Se você deseja simplificar seu processo, os plugins podem ser bastante eficientes.

Aqui estão algumas coisas para você manter em mente sobre usar um plugin de WordPress para compressão:

  • Você não vai ter que fazer upload da imagem depois de redimensiona-la – já vai estar na biblioteca de mídia do seu WordPress.
  • Muitos plugins tem configurações que te permitem otimizar durante o upload, removendo outro passo do processo.
  • Até se dois plugins de compressão falarem que fazem a mesma coisa, eles vão ter suas próprias configurações, seus prós e contras. Você pode ter que brincar um pouco com o plugin para achar o balanceamento certo da taxa de compressão e qualidade.
  • Versões grátis de plugins de compressão soam apelativas no começo, mas o resultado pode parecer desalinhada, então você vai precisar comprar o plugin se quiser imagens com mais qualidades.
  • Alguns plugins são difíceis de se instalar e usar, enquanto outros funcionam perfeitamente assim que baixados.
  • Recursos extra faz alguns plugins serem mais apelativos que outros. Por exemplo, ShortPixel tem uma opção brilhante, um empate definitivo para fotógrafos profissionais. O Imagify manterá sua imagem original em uma pasta separada, o que significa que você pode restaurá-la a qualquer momento.

Conclusão

Sabendo como você vai usar suas imagens é o primeiro passo para determinar qual tipo de arquivo usar. Assim, o objetivo é ter o menor arquivo possível mas reter o maior tanto de qualidade preciso para seu destino – uma imagem vista no site vai ser trazida numa página página maior que uma imagem vista no Instagram, então você vai precisar ter uma qualidade maior se quiser fazer as imperfeições menos notáveis. Para as fotos que você perderá, use um sistema de backup para armazenar os originais. Se você comprimir acidentalmente demais, terá um jeito de começar de novo.

Precisa encontrar mais imagens para seu website? O pixabay é uma boa alternativa para achar imagens dos mais variados assuntos.

Avaliação gratuita de marketing!

Comentários no Facebook